Supermercado Couto

Egresso de Fonoaudiologia do Campus de Lagarto da UFS é aprovado em primeiro lugar em mestrado da USP

Instituição é referência nacional e internacional na área

Carlos Alberto na USP Bauru. (Fotos: Arquivo pessoal)

O campus Lagarto comemora mais um resultado positivo de egresso em instituições de referência na área de saúde. O fonoaudiólogo Carlos Alberto Santana, formado no campus em 2020, foi aprovado em primeiro lugar no Mestrado em Ciências da Reabilitação da USP, em Bauru, referência nacional e internacional na área.

Carlos Alberto vai estudar implante coclear, que também foi a prática realizada durante a residência realizada por Alberto, também na USP de Bauru. O interesse do fonoaudiólogo pela área de Audiologia começou ainda no curso de Fonoaudiologia, o primeiro do país a ser ministrado com metodologias ativas. “Naquele momento, eu pude conhecer mais da área e ter as primeiras noções sobre implante coclear, que acabou sendo minha área mais específica de trabalho e pesquisa”, pontua.

A Audiologia é também uma das áreas da Fonoaudiologia que mais empregam atualmente, segundo a professora Josilene Duarte, do Departamento de Fonoaudiologia do campus Lagarto. A docente foi uma das responsáveis por apresentar algumas possibilidades e material de estudo para Alberto, quando ele ainda era aluno da graduação. “Ela me incentivou muito a buscar essa instituição de referência”, pontua. Josilene realizou a graduação, prática profissionalizante, especialização, mestrado e doutorado na USP de Bauru, instituição responsável pela chegada do primeiro implante coclear no Brasil, de acordo com a docente.

O mestrado vai servir também para Alberto tomar algumas decisões em sua vida profissional. “Eu sempre quis fazer mestrado. A partir disso, vou decidir se parto para o doutorado e invisto na carreira de docência”, avalia.

Carlos Alberto considera que a interiorização da universidade foi um fator importante para a sua formação. Natural de Estância, o fonoaudiólogo morou em Lagarto ao longo do curso. “Conseguir me manter em Lagarto, com custos bem menores do que numa capital oportunizou meus estudos. Além disso, o campus me proporcionou várias oportunidades. Fiz Pibic, projeto de extensão e estágio extracurricular”, observa.

Ana Laura Farias – Campus Lagarto

Carlos Alberto durante a graduação em Lagarto
PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui