• Supermercado Couto Lagarto - O melhor supemercado da região bem pertinho de você

Justiça determina que Douglas Magalhães publique novo vídeo esclarecendo gastos do Festival da Mandioca

festival da mandioca

Em decisão proferida em 19 de junho de 2024, o juiz Pedro Machado Gueiros, da 1ª Vara Cível de Lagarto, concedeu parcialmente a tutela antecipada solicitada pelo Município de Lagarto contra Douglas Bastos Magalhães. O caso trata de um vídeo publicado por Magalhães no Instagram, onde ele afirma que o município gastará R$ 4.392.766,00 com o palco do Festival da Mandioca.

O Município de Lagarto alegou que o vídeo contém informações falsas, já que o valor mencionado refere-se à contratação de toda a estrutura do festival, incluindo 31 itens, e não apenas ao palco. Além disso, o valor final da licitação foi reduzido para R$ 2.124.435,06 após a oferta de serviços das empresas vencedoras.

O juiz indeferiu o pedido de remoção do vídeo, afirmando que a divulgação do valor original do pregão não é inverídica, mas uma crítica política legítima. No entanto, deferiu o direito de resposta, determinando que Magalhães publique um novo vídeo esclarecendo os fatos, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00, limitada a R$ 30.000,00.

Douglas Bastos Magalhães tem 24 horas para cumprir a determinação. Caso contrário, a multa será aplicada e o conteúdo poderá ser removido das plataformas digitais por violação de direito de imagem. Além disso, foi estabelecido um prazo de 30 dias para apresentação de contestação.

PUBLICIDADE
  • Minas Telecom

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui