• Supermercado Couto Lagarto - O melhor supemercado da região bem pertinho de você

Simão Dias é a cidade sergipana com maior risco de infestação pelo Aedes aegypti

aedes aegypti dengue

O número de municípios sergipanos com alto risco de infestação pelo Aedes aegypti dobrou, de acordo com dados da Secretaria da Saúde do estado de Sergipe divulgados nesta segunda-feira (1º).

De acordo com o segundo Levantamento Rápido de Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), oito cidades de Sergipe estão com alto risco. No primeiro levantamento, realizado em janeiro deste ano, eram quatro. O relatório mostrou ainda que 54 estão com médio risco e apenas 13 municípios estão com risco baixo.

Os municípios com maior risco são: Simão Dias (9,0), Itabaiana (8,3), Areia Branca (7,1), Salgado (5,9), Capela (5,8), Nossa Senhora da Glória (4,8), Siriri (4,1) e Cumbe (4,0).

Alguns dos municípios que apresentaram ou mantiveram o índice alto apontaram um crescimento significativo do primeiro para o segundo LIRAa. A cidade de Itabaiana saiu de (4,0) para (8,3); Simão Dias saiu de (6,4) para (9,0); já Areia Branca saiu do médio risco (1,7) para o alto risco (7,1), representando um aumento de 34,4%.

O índice satisfatório vai de 0 a 0,9; o de média infestação de 1,0 a 3,9 e o de alto risco acima de 4,0. Entre os municípios em condição satisfatória para o Aedes aegypti estão Canindé de São Francisco (0,8), Itabi (0,8), Pacatuba (0); Pedrinhas (0,6); Santana de São Francisco (0,9) e entre outros.

Segundo a gerente de endemias da SES, Sidney Sá, o objetivo do levantamento é identificar em tempo hábil a infestação do mosquito Aedes aegypti existente nos 75 municípios do estado.

Com informações do G1

PUBLICIDADE
  • Minas Telecom

Deixe uma resposta