Supermercado Couto

Líder do tráfico em São Cristóvão é morto em operação na Bahia

Um homem identificado como José Lenaldo da Silva Júnior, também conhecido como “Jegão”, fugitivo da Justiça pelos crimes de homicídio e tráfico de entorpecentes, morreu nesta terça-feira, 17, após uma ação policial no município de Itabuna, estado da Bahia. O suspeito era responsável pelo comando do tráfico de drogas no município sergipano de São Cristóvão.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE), após intensa troca de informações entre o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil de Sergipe, a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte e a Cipe Cacaueira da Polícia Militar da Bahia, foi possível localizar o fugitivo José Lenaldo.

As investigações apontaram que o suspeito de 32 anos já respondia a processos criminais por homicídio e tráfico de entorpecentes em Sergipe e estava foragido desde o ano passado, quando rompeu tornozeleira eletrônica e teve novo mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça sergipana.

Segundo a SSP, José Lenaldo foi localizado por policiais militares da Cipe Cacaueira no município de Itabuna, estado da Bahia, onde foi abordado, porém, ao perceber a ação policial, reagiu, disparando contra as equipes, que revidaram e o atingiram. O fugitivo não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Apesar de se encontrar fora do estado de Sergipe, José Lenaldo comandava o tráfico de entorpecentes no município de São Cristóvão e passou a ocupar a gerência da organização criminosa após seu irmão, Leonardo Reis da Silva, conhecido como “Léo Grandão”, ter sido morto em confronto com policiais militares de Sergipe em 2019.

Com informações da SSP/SE

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui