Supermercado Couto

Policiais militares salvam pessoa que ameaçava se jogar de ponte entre Lagarto e São Domingos

No início da tarde deste último domingo (10), Policiais Militares salvaram um homem que ameaçava pular da ponte sobre o rio Vaza Barris, na divisa entre os municípios de São Domingos em Lagarto.

Era por volta de 13h40 quando a guarnição de Campo do Brito composta pelo SD L. Santos e SD Mendonça, recebeu uma ligação do COPOM passando a informação que um homem, morador da cidade de Itabaiana, estava na ponte e que teria entrado em contato com alguns familiares dizendo que iria se jogar da ponte, o ultimo contato da vítima teria sido com uma amiga que imediatamente repassou as informações a COPOM do 3º BPM.

Com base nas informações a guarnição se deslocou até a cidade de São Domingos onde encontrou a guarnição de serviço composta pelo CB Junior e o SD M. Santana e também se dirigirem até a ponte. As guarnições interromperam o tráfego de veículos na ponte e iniciaram a aproximação ao homem que estava bastante transtornado a fim de convencê-lo a desistir de tirar a sua própria vida.

As conversas se estenderam por mais de 40 minutos quando dois policiais, em um momento oportuno e sagaz, conseguiram abraçar a vítima e assim trazendo-o em segurança para a pista de rolamento. Ainda sim, a vítima mesmo abraçada pelos dois policiais tentou projetar o seu corpo para trás para se jogar da ponte em mais um momento de desespero, quando os outros dois policiais se aproximaram a tempo e puxou os demais companheiros para a pista em segurança.

“Após conseguirmos acalmar a vitima entramos em contato com alguns familiares que estavam ligando para o seu celular a todo instante, ao passo que uma mulher também chegou ao local e se identificou como prima da vítima e clamou pela vida do seu familiar para que o levassem em segurança para casa” informou a guarnição presenta na ocorrência.

Com todo cenário controlado e com todos envolvidos em segurança a guarnição se deslocou até a cidade de Campo do Brito para que os demais familiares do homem pudessem vê-lo e que o conduzisse em segurança até o seu lar.

Por LagartoComoEuVejo.com.br

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui