Supermercado Couto

Operação Resguardo: 200 denúncias apuradas, 580 vítimas e 9 mandados de busca e apreensão

Iniciativa ocorre em todo o país e visa combater crimes contra as mulheres

A Polícia Civil de Sergipe concluiu a “Operação Resguardo” nessa terça-feira (08), no estado sergipano. A ação, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), aconteceu entre os dias 7 de fevereiro e 8 de março e teve o objetivo de combater os crimes relacionados à violência contra a mulher nos 26 estados e no Distrito Federal.

Em Sergipe, ação policial foi desencadeada pela Superintendência da Polícia Civil (Supci) e realizada pelo Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), de Aracaju, e as delegacias subordinadas de atendimento a Grupos Vulneráveis dos municípios de Estância, Itabaiana, Lagarto, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros e pela Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), juntamente com as Delegacias Municipais e Distritais no interior Sergipano. 

A operação integrada com a Secretaria de Operações Integradas, Polícias Civis dos Estados e DF, Ministério da Justiça e Segurança Pública e Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, foi planejada tendo em vista as denúncias de crimes registradas pelo Disque 100, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos e do Disque-Denúncia (181), da Polícia Civil.

Números

De acordo com o balanço da “Operação Resguardo”, no estado sergipano, 20 municípios foram alcançados, 200 denúncias apuradas, 580 vítimas atendidas, nove mandados de busca e apreensão cumpridos e nove mandados de prisão cumpridos.

Ainda segundo os dados da ação, 309 inquéritos policiais foram instaurados no período e 186 concluídos. Ao final da ação, 90 pessoas foram presas.

Fonte: SSP/SE

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui