Supermercado Couto

Defesa Civil emite alerta para cidades após aumento de vazão do Rio São Francisco

Aumento da vazão se deu em virtude da grande quantidade de chuvas ocorridas na Usina Hidrelétrica Três Marias/MG e da situação de cheia na Bacia do Rio São Francisco

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec), vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), alerta às populações ribeirinhas, gestores municipais e equipes de Defesa Civil da região do Baixo São Francisco para o risco de inundação, em decorrência do aumento da vazão do rio.

O aumento da vazão se deu em virtude da grande quantidade de chuvas ocorridas na Usina Hidrelétrica Três Marias/MG e da situação de cheia na Bacia do Rio São Francisco com a consequente elevação da sua afluência.

De acordo com comunicado emitido pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) na última terça-feira, 11, “Tendo em vista que a Bacia do rio São Francisco vivenciou um longo período de baixa hidraulicidade desde o ano 2009, é fundamental chamar atenção para a importância da não ocupação de áreas ribeirinhas situadas na calha principal do rio haja vista o período úmido em curso e a possibilidade de elevação das vazões para valores acima de 4.000m³/s, a depender da evolução do quadro de chuvas na bacia. Importante destacar que a vazão de restrição no Vale é 8.000m³/s”.

Devido ao aviso, equipes da Defesa Civil Estadual comunicaram às coordenadorias de defesas civis municipais do estado e foram a campo, visitando os 13 municípios possíveis de serem atingidos com a enchente do rio. “Essa região será bastante afetada com a elevação das águas do Rio São Francisco e estamos orientando as comunidades, informando ao poder público municipal através dos prefeitos e coordenadores de defesa civil municipais para agir antecipadamente, com a finalidade de antecipar e salvaguardar a vida destas pessoas que fazem usofruto da proximidade do rio, sobretudo as pessoas que moram próximo ao leito e que tem comércio próximo ao rio, é importante que essas pessoas tenham conhecimento e atitude proativas para se proteger e salvaguardar seu patrimônio, e qualquer eventualidade procurar o poder público municipal”, explicou o capitão Alysson Carvalho, diretor adjunto da Defesa Civil.

Os municípios que deverão ficar em alerta são:
-Amparo do São Francisco;
-Brejo Grande;
-Canhoba;
-Canindé do São Francisco;
-Gararu;
-Ilha das Flores;
-Neópolis;
-Nossa Senhora de Lourdes;
-Poço Redondo;
-Porto da Folha;
-Propriá;
-Santana do São Francisco;
-Telha.

Fonte: Governo de Sergipe

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui