Supermercado Couto

A redescoberta de São Cristóvão

A primeira capital de Sergipe, considerada a quarta cidade mais antiga do Brasil, é uma ótima opção para quem quer ensaiar os primeiros passos para a retomada da “vida normal”.  Com a devida proteção, já dá para experimentar sair de casa e desfrutar de outros ares e se for pertinho da gente, melhor ainda.

Visite

Por incrível que pareça, apesar de São Cristóvão estar a apenas 23 quilômetros de Aracaju, ainda tem gente que nunca esteve por lá. E não sabe o que está perdendo. Sabe aqueles monumentos históricos, arquitetura monumental, museus e igrejas que, vez por outra, nos fazem atravessar o Atlântico? Então… muitas dessas belezas e riquezas festejadas mundo a fora também estão aqui, a alguns minutos de carro de Aracaju.

Descubra

Além de uma relação considerável de igrejas centenárias e museus, o casario colonial dos séculos 17 e 19 que adorna ruas e praças da cidade, o folclore, a culinária típica e o rico artesanato, São Cristóvão respira arte. A cidade é o endereço de artistas plásticos e músicos de renome e essas características estão impregnadas nas suas ruas, seja nas paredes das edificações ou na atmosfera que envolve moradores e visitantes.

Explore

Escolher São Cristóvão como destino pode ser uma experiência transformadora, se você souber explorar o que a cidade oferece. Além da Praça São Francisco, reconhecida pela Unesco como Patrimônio Mundial, o Museu Histórico, o Museu dos Ex-Votos e o Museu de Arte Sacra são visitas fundamentais para deixar em você as melhores impressões. Neles, você vai conhecer e se reconhecer na história e nos costumes do povo sergipano. Caminhar pelas ruas pode nos fazer voltar no tempo e imaginar como era a cidade há mais de 400 anos, quando portugueses, espanhóis e holandeses estiveram por aqui.

Durante a Semana Santa, quando acontece a Procissão do Senhor Morto ou em outras datas como Corpus Christi, a cidade se transforma, muda de cor e assume a religiosidade que resguarda. Em São Cristóvão, a Santa Dulce dos Pobres começou a vida religiosa e lá estão, preservados, o seu quarto e alguns objetos que pertenceram à religiosa – o Memorial é aberto à visitação.

Assistir a uma apresentação de um dos muitos grupos folclóricos, experimentar a conhecida queijadinha de Dona Marieta e os delicados bricelets na Casa que leva o seu nome também são experiências que complementam a visita à cidade. Para finalizar, é só incluir no seu roteiro, o Espaço Licores e Arte, Casa das Cultura Populares, Ateliê Nivaldo Oliveira e Casa dos Saberes e Fazeres.

Viva

Mas São Cristóvão oferece mais. O ecoturismo é fortalecido pela natureza exuberante, que cria cenários dignos de moldura, seja à beira do Rio Paramopama, onde embarcações levam os visitantes para desbravar a região, ou do alto do Cristo Redentor – o mais antigo do país, inaugurado em 1926 – de onde se tem uma bela vista da cidade e de onde se pode observar o belíssimo pôr do sol.

A Cidade Mãe de Sergipe é toda sua.
Visite. Descubra. Explore. Viva.
São Cristóvão – Cidade Mãe de Sergipe.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui