Supermercado Couto

Consagrados: Diego Costa e Hulk voltam ao país natal pelo Atlético-MG e levam primeira taça no Brasil

Atacantes, que já disputaram Copa do Mundo, foram as principais contratações do Galo para a temporada

Hulk e Diego Costa comemoram segundo gol do Atlético-MG diante do Sport — Foto: Fernando Moreno/AGIF

Jogadores de Copa do Mundo e com passagens pelo mais alto nível do futebol mundial. Com esta trajetória chegaram Hulk e Diego Costa ao Atlético-MG, em 2021. Uma dupla que ainda precisa de ajustes para funcionar perfeitamente, mas determinante para a conquista do Brasileirão.

– Deus é muito maravilhoso em nossas vidas. Eu comecei aqui, em Salvador. Com 16 anos, vim para o Vitória, fiz dois jogos no Brasileiro e fui embora. Poder voltar aqui onde eu dei meu primeiro toque na bola como profissional e poder comemorar um título dessa grandeza, entrar na história do clube que estava há 50 anos sem ganhar… É só agradecer – disse Hulk logo após a vitória sobre o Bahia.

A carreira dos dois é incontestável. Fizeram sucesso no futebol europeu e chegaram ao ápice de qualquer jogador: disputar uma Copa do Mundo. No caso de Diego Costa, foram duas: 2014 e 2018.

Ambos saíram cedo do país natal, ganharam o mundo. Escolheram o Galo para voltar ao Brasil e conquistar o primeiro título no país.

Diego Costa Atlético-MG — Foto: Pedro Souza

Diego Costa

Natural de Lagarto, interior sergipano, Diego Costa sequer atuou como profissional no Brasil. Saiu cedo para o futebol português. Jogou por Penafiel e Braga até ir para a Espanha, onde fez carreira. Artilheiro nato, tornou-se ídolo do Atlético de Madrid, o que lhe rendeu o convite para naturalização.

Ainda passou por Chelsea e retornou ao Atleti. Os números não foram tão bons quanto os da primeira passagem. Sem renovação, ficou livre no mercado após o fim da última temporada europeia.

Tinha proposta para seguir no exterior e de outros times do Brasil. Escolheu o projeto do Galo. Chegou, vestiu a camisa em 11 jogos do Brasileirão, marcando quatro gols e dando três assistências.

Hulk

Trajetória de Diego Costa é parecida a de Hulk, principal astro do Atlético-MG de Cuca. O super-herói esverdeado nasceu em Campina Grande, na Paraíba. Chegou a jogar profissionalmente pelo Vitória, pelo qual conquistou o Baiano antes de ganhar o mundo.

Passou pelo Japão, e o primeiro destino na Europa, assim como o de Diego, foi Portugal. Mas no primeiro escalão. Defendeu o Porto e lá é ídolo. Ficou conhecido do torcedor brasileiro e chegou à Seleção. Foi convocado por Dunga, Mano e disputou a Copa de 2014 com Felipão. Ficou marcado pelo 7 a 1.

À época, já estava no Zenit, da Rússia. De lá, foi rumo ao crescimento desenfreado do futebol chinês, onde acumulou excelentes números e se tornou ídolo no Shangai SIPG. Ficou sem contrato no fim de 2020. Recebeu sondagens do Porto, do Besiktas e do futebol brasileiro, escolhendo, assim como Diego, o projeto alvinegro.

E que sorte! Dele e do Galo. Casamento que deu muito certo. Só no Brasileirão, o camisa 7 tem 17 gols e sete assistências em 33 partidas, sendo 32 como titular. Muitos deles no Mineirão, de onde deixou para trás a frustração diante da Alemanha.

O que fica para 2022 é a certeza de que Diego Costa e Hulk têm condições para serem decisivos no futebol brasileiro.

Títulos de Diego Costa por clubes no exterior

  • Dois Campeonatos Espanhóis
  • Uma Copa do Rei
  • Dois Campeonatos Ingleses
  • Uma FA Cup

Títulos de Hulk por clubes no exterior

  • Quatro Campeonatos Portugueses
  • Três Taças de Portugal
  • Quatro Supertaças de Portugal
  • Uma Liga Russa
  • Uma Supertaça da Rússica
  • Uma Taça da Rússia
  • Um Campeonato Chinês
  • Uma Taça da China

Por Guilherme Macedo Ge Globo

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui