• Supermercado Couto Lagarto - O melhor supemercado da região bem pertinho de você

MP de Sergipe se reúne com FSF para discutir providências após confronto entre torcidas organizadas

O Ministério Público de Sergipe se reuniu, nesta terça-feira, 6, com o Presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas, para discutir medidas efetivas de punição aos integrantes de torcidas organizadas que se envolveram em confrontos antes da partida entre Sergipe e Confiança, no último domingo, pelo Campeonato Sergipano de Futebol. Além disso, foram traçadas novas estratégias para aumentar a segurança no entorno das praças esportivas.

O representante da FSF foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, Manoel Cabral Machado Neto, pelo Procurador de Justiça Deijaniro Jonas Filho, e pelo Secretário-Geral do MPSE, Nilzir Soares Vieira Junior. Durante a reunião, as partes analisaram os fatos ocorridos no último domingo e, embora os confrontos tenham acontecido distante do entorno do Estádio Lourival Baptista, foi apontada a necessidade de ajustar o plano de segurança para eventos dessa magnitude.

Continua após a publicidade..

“A Federação Sergipana de Futebol veio aqui se colocar à disposição do Ministério Público para tomar e adotar as medidas cabíveis no sentido de banir de uma vez por todas os maus torcedores desse ambiente esportivo, para que atos de selvageria como aqueles que ocorreram no último domingo não aconteçam mais. Precisamos repensar alguns pontos do plano de segurança, daquilo que foi estabelecido pela Polícia Militar do Estado de Sergipe, que é uma grande parceira também, já olhando para próximos eventos esportivos com dimensão semelhante”, frisou Milton Dantas.

O Procurador-Geral de Justiça reiterou o empenho do MP de Sergipe no combate à violência nos estádios e anunciou que o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) também atuará nesse sentido. “Estádio é um lugar de família, de diversão e alegria. Essas pessoas que vão para criar baderna, promover o vandalismo e agressões bárbaras, como vistas no domingo, precisam ficar afastadas dos estádios e do convívio social. O Ministério Público de Sergipe já se fazia presente nesse combate à violência nos estádios, com o trabalho de uma comissão específica, e agora nós vamos renovar essa atuação, com a coordenação do Procurador de Justiça Deijaniro Jonas Filho e a participação do Gaeco, monitorando e contribuindo para buscar soluções pela paz nas praças esportivas. O Ministério Público estará sempre ao lado dessa luta”, enfatizou Machado Neto.

O Procurador de Justiça Deijaniro Jonas Filho lembrou que a atuação integrada das instituições, nos últimos anos, refletiu em uma redução significativa nos confrontos entre torcidas organizadas e vê a necessidade de medidas mais firmes. “São confrontos registrados há quase duas décadas em Sergipe e, nos últimos anos, nós tivemos uma redução significativa de eventos dessa natureza. No entanto, nesse último domingo lamentavelmente registramos esses episódios que a gente não pode atribuir apenas à área de segurança pública, mas, e principalmente, aos integrantes de torcidas organizadas, uma vez que se os mesmos tivessem o interesse, se tivessem o propósito de torcer para os seus times, não agrediram torcedores adversários. Então é necessário que eles imaginem que uma cultura nova deve nortear as ações das torcidas organizadas. Observaremos no planejamento de segurança a necessidade de adotarmos medidas mais efetivas para que eventos dessa natureza não venham a acontecer novamente”, pontuou.

*Com informações do Ministério Público de Sergipe | Fotos: Ícaro Novaes/MP-SE

Continua após a publicidade..

PUBLICIDADE
  • Minas Telecom

Deixe uma resposta