Revista coloca Diego Costa como uma das 50 personalidades mais odiadas do futebol

COMPARTILHAR

No ranking, constam dois brasileiros, sendo que ambos defendem outras seleções. Pepe aparece na 46ª posição, enquanto que Diego Costa é o 18º.

Abrem o top 5 o apresentador inglês Richard Keys e o ex-jogador e ex-presidente da Uefa Michel Platini. No pódio, o ex-goleiro Harald Schumacher aparece em terceiro e o técnico José Mourinho, em segundo. A lista tem como líder o ex-presidente da Fifa Joseph Blatter.

Confira o que a FourFourTwo escreveu sobre Pepe e Diego Costa:

Diego Costa (18º): Se José Mourinho é um técnico que direciona sua motivação para criar conflito, então foi apropriado que o talismã de sua segunda passagem fosse um atacante cuja autobiografia é intitulada ‘A Arte da Guerra’. Muitos atacantes gostam de batalhas individuais com seus marcadores, mas Diego Costa fez de seu trabalho o maior número possível de vitórias em batalhas de sangue.

Inimigos acumulados durante seu tempo na Inglaterra incluem Emre Can, Gareth Barry, a defesa inteira do Arsenal e, com uma inevitabilidade shakesperiana, com o próprio Mourinho. Você suspeita que há muito mais por vir, dada que a nova união com Diego Simeone é aguardada. (Texto de Alex Hess)

Pepe (46º): O mestre das artes negras de Portugal é – diante dos olhos ingleses, ao menos – tudo que está errado com o futebol. Ele tem todos os atributos para ser um defensor lendário – velocidade, bravura, força e inteligência – e, depois de uma década no Real, um armário de troféus para combinar. Mas é a maneira em que que ele usou seus talentos que atrai sua ira.

Como seu parceiro de longo prazo na defesa Sergio Ramos, Pepe é um sujo, vil e extremamente irritante jogador, o tipo que puxará a camisa das suas costas quando ele está defendendo em um escanteio, e então entra em colpaso como um castelo de cartas se você dá a ele o mesmo tratamento no outro lado. (Texto de Amit Kawala)

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here