Lagarto: MP realizará audiência para discutir situação da Rodovia SE-170 e João Paulo II

COMPARTILHAR
Rodovia João Paulo II

O Ministério Público de Sergipe, por intermédio do Promotor de Justiça da Curadoria de Defesa do Meio Ambiente, Urbanismo, Patrimônio Público, Social e Cultural da Comarca de Lagarto, Antônio César Leite de Carvalho realizará, no dia 16 de outubro de 2017, às 10h, uma Audiência Pública para tratar de assuntos relativos à Rodovia SE 170 e João Paulo II, que liga os Municípios de Lagarto, São Domingos, Campo do Brito e Itabaiana.

A audiência será realizada no Fórum Desembargador Epaminondas Silva de Andrade Lima, com endereço na Rodovia Antônio Martins de Menezes, s/nº, KM 36, no Município de Lagarto.

De acordo com a Promotoria, Lagarto e Itabaiana são as principais cidades do interior do Estado não só em população, mas também em desenvolvimentos econômico e social. Ambas possuem campus da UFS, UNIT, Centro Universitário Ages e a Faculdade Dom Pedro II Sergipe. Itabaiana possui um shopping center e Lagarto, muito em breve, estará inaugurando o seu. Somados a isso, a produção agrícola e o intercâmbio de mercadoria que circula entre as feiras das duas localidades, contribuem para um tráfego intenso.

A Rodovia SE 170 e João Paulo II que recebe todo o fluxo de veículos das regiões encontra-se em péssimo estado, tanto com relação à pavimentação, quanto à degradação na parte estrutural da ponte sobre o Rio Vaza Barris, que liga Lagarto ao Município de São Domingos.

Preocupado com a situação que, de acordo com a Promotoria, coloca em risco a segurança dos veículos, bem como a vida dos que por ali trafegam, o Ministério Público convidou os prefeitos de Lagarto, de Itabaiana, Campo do Brito e São Domingos e os vereadores desses respectivos municípios, Deputados Estaduais, Federais, Senadores, Secretários de Estado da Fazenda, Infraestrutura e Planejamento e, ainda, o Diretor do Departamento Estadual de Rodovias para, durante a audiência, esclarecer a situação da Rodovia e buscar mecanismos para solucionar a atual situação.

Além disso, a pauta da audiência deverá discutir a busca de recursos e a destinação das verbas de emendas parlamentares, bem como as oriundas da contribuição de intervenção no domínio econômico incidente sobre a importação e a comercialização de gasolina e suas correntes (CIDE Combustível).

Com informações da Promotoria de Lagarto

publicidade

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here