Como a atividade física pode auxiliar na diminuição dos distúrbios do sono

COMPARTILHAR

Prática de exercício deve ocorrer em média de quatro à seis horas antes do horário de ir dormir.

A endorfina liberada durante os exercícios atua como analgésico e causa no organismo uma sensação de bem-estar. É ela que contribui para as boas noites de sono. Um sono profundo auxilia na recuperação do organismo, proporcionando um bom treino no dia seguinte. Ou seja, é um ciclo.
É importante que a prática de exercício ocorra em média de quatro à seis horas antes do horário de ir dormir. Isso porque, dependendo da atividade que você pratica, seu organismo fica mais acelerado durante um certo tempo. Se você consome algum pré-treino, por exemplo, esse estímulo pode deixar seu corpo ainda em alerta por mais tempo.

Programe-se
Para que a melatonina — hormônio produzido durante o sono — seja liberada de forma correta, você precisa entrar num estágio de sono profundo. Para que isso acontece, programe-se.
:: Faça sua atividade física mais cedo e, caso não consiga, inclua na sua dieta alimentos que auxiliam no sono, como maracujá e chá de camomila. Leite e cereais também podem ajudar.
:: A lista de suas atividades no dia seguinte deve ser feita antes de deitar a cabeça no travesseiro. Concentre em programar seu cérebro para o descanso.
:: Desligue a TV, desconecte o celular e deixe o quarto totalmente escuro.
:: Banho quente, meditação ou uma boa leitura antes do sono também ajudam o organismo a entrar em estágio de repouso.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here