Conhecido por cantar ao ser preso, MC Beijinho bomba com ‘Me Libera Nega’, já cotada pra ser um dos hits do carnaval da Bahia

COMPARTILHAR
Ítalo agora é MC Beijinho e desponta com um dos prováveis hits do verão (Foto: Divulgação)

Jovem de 19 anos foi detido, acusado de roubo, e ficou famoso ao cantar funk dentro do carro da polícia; música já entrou nos shows de artistas como Wesley Safadão, Luan Santana e Simone e Simaria

De um dos momentos mais difíceis da vida, o baiano Ítalo Gonçalves Conceição, de 19 anos, encontrou a oportunidade para realizar o sonho de viver de música. No dia 21 de novembro de 2016, o jovem foi preso em Salvador, acusado de roubar dois celulares. Ainda no carro da polícia, ao ser entrevistado por um repórter, Ítalo apresentou o refrão da música que se espalhou pela cidade e já aparece como uma das mais cotadas para ser o hit do carnaval baiano desse ano, “Me Libera Nega“. Aperta o play e confere o clipe:

O sucesso no momento da prisão (veja o vídeo) foi tão grande que Ítalo virou MC Beijinho e se lançou na carreira. Ele foi procurado pelo cantor e compositor Filipe Escandurras, autor de hits como “Lepo Lepo”, que também já gravou e incluiu a canção em seus shows. Agora, depois de gravar o clipe de “Me Libera Nega”, Beijinho foi para o estúdio preparar outras canções, pra poder fazer shows no carnaval baiano. Antes sem nenhuma perspectiva de um bom ano, o baiano agora curte o sucesso e a vida nova que a música lhe proporcionou.
“Foi uma situação complicada, mas acabou vindo para o bem. É gratificante ver isso, a Bahia toda cantando a música, pessoas de outros estados. Até um amigo da Suíça me falou que já ouviu por lá. Parentes do Rio me ligam falando que a música tá tocando lá, em São Paulo também. Aqui na Bahia é muito engraçado, todo mundo fala comigo, já me chama de Beijinho. Ou então me vê e canta ‘ô, me libera, nega!'”, conta o funkeiro.

O hit caiu no gosto também de vários artistas estourados, que já apareceram por aí cantarolando o refrão. Simone e Simaria, Luan Santana e até o jogador Daniel Alves (que agora também canta e grava música) gravaram vídeos nas redes sociais com a música. Depois, Caetano Veloso também entrou na onda e gravou um vídeo cantando o hit. Agora, Beijinho sonha em dividir o palco com muitos desses artistas, que são ídolos dele.

“É muito gratificante. É uma música que tem um sentimento e é muito bom ver todos usando esse mesmo sentimento. Fico lisonjeado. Gostaria de cantar ela com o Bell Marques. Nossa, com aquela guitarra dele ia ficar impressionante. Simone e Simaria, Wesley Safadão, Márcio Victor, todos eles…”, diz Beijinho, que explica o tal “sentimento” da música.

“É o amor, é a vontade de um beijo. O cara pede um beijo e diz que depois vai dar mais um e quer que a nega libere o beijo”, conta, explicando que a música é inspirada numa história real, que ele mesmo viveu. “Na época funcionou, a nega liberou. No clipe, é outra nega, não a da história. Mas funciona, sim. Só cantar com jeitinho que funciona”, brinca.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here